Monday, 12 July 2010

THE SERVANT




Este mítico filme é o resultado de uma boa adaptação para o cinema por Harold Pinter, da obra de Robin Maugham de 1948, agora num filme realizado por Joseph Losey em 1963.
O elenco é magnifico, Dirk Bogarde ( no papel de Hugo Barret - o criado) James Fox (ainda muito novo mas já confirmado no seu papel 'Upper Class' - Tony- filho de Lord e Lady Mounset)Sarah Miles ( no papel de Vera cúmplice - 'vitima-culpada' e colaborante de Barret - 'musa working class' que contribui para a corrupção de Tony e manipulação do mesmo por Barret)Wendy Craig ( no papel de Susan, jovem namorada 'bon chic, bon genre', mais assertiva, mas apesar da tentativa de resistência, incapaz de salvar Tony do seu destino, como futuro 'escravo' de Barret.
Muitos tentaram ver conotações politicas ou mesmo algo de inspiração Marxista no argumento, numa perspectiva de 'luta de classes' ... mas na minha opinião, o argumento é muito mais subtil do que isso, e situa-se numa reflexão, mais psicológica do que sociológica sobre a essência do poder e a sua relação com a natureza humana ...
A história é relativamente simples, mas Losey consegue dar-lhe, através do seu talento cinematográfico, profundidade por meio do décor, carga simbólica e iconografia.
Trata-se da relação entre um aristocrata e um criado, que através dum processo subtilmente descrito, consegue uma total inversão de papéis, ao ponto de, num processo de manipulação decadente e manipulativo, conseguir transformar Tony, o seu patrão aristocrata, num 'farrapo humano, sem vontade e seu verdadeiro e dependente 'escravo'.
Esta foi primeira colaboração entre Losey e Pinter ... seguiram-se Accident (1967) e Go-Between (1970)





















































































































































































































































































































































































No comments: